terça-feira, 22 de junho de 2021

SINPROESEMMA debate "Trabalho e Igualdade de Gênero no Contexto da Pandemia" em Live nessa Quarta Feira (23), às 10:00


 

Procedimento inédito beneficia paciente do Hospital de Câncer do Maranhão


Um procedimento inédito realizado no Hospital de Câncer do Maranhão, na última semana, beneficiou paciente da rede estadual de saúde que faz acompanhamento oncológico na unidade. Trata-se da primeira cirurgia com o paciente acordado para a retirada do tumor que envolve a área da fala. O uso da técnica, disponível nos principais centros oncológicos do mundo, faz parte do conjunto de investimentos que vêm sendo realizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) na unidade, que é referência para neurocirurgias oncológicas e cirurgia endoscópica na base do crânio.

“O hospital é referência na realização de neurocirurgias oncológicas, onde se utiliza uma técnica avançada, com neuronavegação e monitorização intraoperatória e utiliza da melhor tecnologia. A partir de agora, o nosso usuário do SUS têm acesso à tecnologia utilizada nos melhores centros do mundo e isso nos deixa muito felizes, nos motivando sempre a aperfeiçoar e desenvolver cada vez mais o funcionamento da nossa unidade hospitalar”, destaca a diretora geral do Hospital de Câncer do Maranhão, Ana Carolina Marques.

Segundo o neurocirurgião Luís Fernando, esse tipo de serviço tem um impacto grandioso na vida das pessoas que precisam. “A taxa de ressecção, ou seja, o tanto que você tira desses tumores é fundamental para o prognóstico. Se você não fizer com essa estratégia, ou você vai tirar pouca lesão, com receio de deixar um déficit e você vai ter um prejuízo oncológico ou você pode ser agressivo e deixar o paciente com uma sequela grave, como um déficit de linguagem. Com essa estratégia, conseguimos tirar o máximo possível do tumor ou até todo, minimizando os riscos de deixar uma sequela grave no paciente”, pontuou.

Ainda com a técnica, é possível fazer a monitorização de pacientes da área de controle motor. Rotineiramente, o procedimento é feito no Hospital de Câncer. “Desde 2016, fazemos a monitorização, mas em outras situações, com o paciente dormindo. Com ele acordado foi a primeira vez. Mas esse tipo de ferramenta usamos de rotina”, explicou o médico.

O Hospital de Câncer do Maranhão é administrado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). A cirurgia foi acompanhada por uma equipe de cinco médicos: o coordenador do serviço de neurocirurgia, Luís Fernando Silva Júnior; os neurocirurgiões Bráulio Araújo e Thiago Teixeira; a anestesista Ana Célia; e a neurofisiologista clínica Daniela Silva.

Reunião entre SINPROESEMMA e Prefeitura de Cajapió garante pauta importante dos trabalhadores e trabalhadoras da educação no município

Presidente do SINPROESEMMA Raimundo Oliveira ao lado do Prefeito Marcone, do Coordenador do Núcleo Professor Manoel Góes e demais Dirigentes do Núcleo do Sindicato em reunião na Prefeitura de Cajapió

Representantes do Sinproesemma estiveram reunidos com o prefeito do município de Cajapió, Marcone Marques junto com seu secretariado, para tratar de pautas importantes para a categoria dos trabalhadores em educação no município como a implantação de Insalubridade para os Auxiliares Operacionais de Serviços Gerais (AOSG’s), Precatórios do Fundef, Rateio do Fundeb 2020 e Quinquênio.

Insalubridade dos AOSG’s

Luta antiga da categoria dos trabalhadores em educação de Cajapió, a implantação de insalubridade para os Auxiliares Operacionais de Serviços Gerais, deu um passo importante. 

O prefeito se comprometeu em realizar as perícias médicas que atestam o grau de insalubridade de cada AOSG, para posteriormente implantar os valores devidos nos vencimentos dos servidores. As perícias serão realizadas ainda neste mês de junho e julho.

“Consolidamos um antigo sonho, que é a implantação das insalubridades para os AOSG’s, que até o mês de setembro desse ano já devem estar implantadas nos contracheques de todos esses profissionais. Uma grande vitória para a nossa categoria”, comemorou o coordenador do núcleo do Sinproesemma em Cajapió, Professor Manoel Gois.

Segundo a primeira dama de Cajapió, Cleiane Barros, a implantação da insalubridade dará um ganho significativo nos salários dos servidores, variando de 10% a 30% sobre o salário base desses profissionais.

Precatórios do Fundef


Ficou acordado na reunião que será definido um plano de ação, cuja elaboração será realizada por uma comissão composta por representantes do Sinproesemma e da Prefeitura de Cajapió para aplicação dos precatórios do Fundef.

O núcleo sindical defende que os recursos sejam aplicados entre todos os profissionais da educação, além da manutenção da educação, ampliação da rede, melhoria da estrutura das escolas, formação continuada, etc.

“Iremos formar uma equipe paritária para elaboração do plano de aplicação dos recursos dos precatórios do Fundef. Quero parabenizar a gestão municipal por esse entendimento e acrescentar que é de suma importância que a elaboração para a criação do Plano de Aplicação dos Recursos do Fundef parta do Executivo, ainda que provocado pelo Sinproesemma,” disse o coordenador da Regional de Viana do Sinproesemma, professor Amarildo Silveira.

O coordenador do núcleo do Sinproesemma, Manoel Góis, destacou a importante da participação dos 11 vereadores da Câmara Municipal na construção desse entendimento e agradeceu a todos em nome da presidenta da Casa, vereadora Maria das Dores (Dorinha).

Quinquênio

Os representantes do Sinproesemma defenderam a concessão do quinquênio para os trabalhadores em educação de Cajapió, ao passo que o Procurador do Munícipio, Dr. Diego Moura, emitiu parecer técnico contrário a concessão do quinquênio no período de 27 de maio de 2020 até 31 de dezembro de 2021, com base na Lei Complementar nº 173/2020 que estabelece o congelamento de gastos públicos diante do estado de calamidade provocado pela COVID-19.

A assessoria jurídica do Sinproesemma entende que o benefício não afronta a Lei 173/2020 e essa pauta será rediscutida em uma nova reunião entre o sindicato e a gestão municipal.

Sobre o Fundeb 2020, a gestão se comprometeu em enviar um relatório completo para o núcleo do Sinproesemma onde constam os gastos e justificativas para o uso do recurso do Fundeb no ano de 2020.

Para o presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira, as conquistas dos trabalhadores em educação em Cajapió e no Maranhão é fruto da força, competência e seriedade do Sinproesemma.

“Em meio a todos os problemas que o país vive, como a recessão econômica, turbulência política, pandemia do coronavírus, o Sinproesemma vem conquistando muitas vitórias para os trabalhadores em educação, tanto no Estado como nos municípios que o nosso sindicato abrange. Continuaremos trabalhando com firmeza e seriedade em busca dos direitos e da valorização dos trabalhadores em educação e de uma educação pública e de qualidade”, ressaltou Oliveira.

Fonte: ASCOM - SINPROESEMMA

Flávio Dino:"Eleição de 2022 é um plebiscito entre a democracia e o projeto de extermínio do Brasil. Não Podemos cometer erros”

Flávio Dino em Ato que marca sua filiação ao PSB

O governador do Maranhão, Flavio Dino, se filiou ao PSB na manhã desta terça-feira (22). A solenidade também foi marcada pela filiação do deputado federal Marcelo Freixo ao Partido Socialista Brasileiro pelo qual deve concorrer ao governo do estado do Rio de Janeiro.

Durante o seu discurso, Flávio Dino afirmou que “o atual momento exige muito da militância patriótica e socialista. A eleição de 2022 não é uma a mais, é a batalha fundamental em torno de tudo, plasmado sobretudo na constituição 1988”.

Dessa maneira, o governador do Maranhão também acredita que a “eleição de 2022 é um plebiscito entre a democracia e o projeto de extermínio do Brasil. Não Podemos cometer erros”.

Por ser militante da democracia, Flávio Dino afirmou que a esquerda costuma não perceber os perigos que se avizinham e, para tanto, usou como exemplo 1964 e o golpe militar no Brasil e os momentos históricos que antecederam o fascismo na Itália e o Nazismo na Alemanha.

“Tendemos a minimizar o mal, a maldade, acreditamos que o bem sempre vence, e vence mesmo. O perigo está matando 500 mil famílias. A nossa tarefa não é pequena, por mais absurdo que seja, o Bolsonaro será candidato a reeleição por sobre uma pilha de tragédia, sem nada de positivo para apresentar. Derrotá-lo é a tarefa de todos”, disse Flávio Dino.

Em outro momento, Flavio Dino defendeu uma frente que uma “os comunistas, os socialistas, trabalhistas, lulistas e petistas, mas também os liberais progressistas, os católicos progressistas, evangélicos progressistas, e sobretudo aqueles que não tem opinião política. A conjuntura não comporta uma abordagem narcisista daquilo que já fizemos no passado”.

Fonte: Revista Fórum

segunda-feira, 21 de junho de 2021

PCdoB convoca 15º Congresso para outubro; programação será virtual

Último Congresso do Partido, o 14º, ocorreu em 2017



Por André Cintra, do Portal Vermelho

Está convocado o 15º Congresso do PCdoB! Em reunião nesta sexta-feira (18), por videoconferência, o Comitê Central (CC) do Partido aprovou a realização da plenária nacional do Congresso – sua etapa final – 
nos próximos dias 15, 16 e 17 de outubro. As normas foram publicadas neste sábado (19) no Portal do PCdoB.

Devido à pandemia de Covid-19, a programação da plenária nacional do Congresso será virtual. Mas as etapas preparatórias (conferências de base, distritais, municipais e estaduais) podem ser realizadas de modo semipresencial ou mesmo presencial, desde que respeitados os protocolos sanitários.

Em cada etapa, serão debatidos documentos como o Projeto de Resolução e propostas de alteração no Estatuto do PCdoB. Organismos de base e comitês distritais, municipais e estaduais também vão definir suas novas direções e eleger seus delegados às etapas seguintes.

Nas duas eleições – à direção e à delegação –, haverá cota de ao menos 35% para cada gênero, a qual, excepcionalmente, poderá ser de 30%. Além disso, a cada conferência, o comitê responsável por sua realização deve fixar cotas para trabalhadores assalariados e para jovens de até 29 anos.

As conferências estaduais e do Distrito Federal devem ocorrer de 10 de setembro a 3 de outubro. Já a data-limite para as conferências municipais é de, no mínimo, três dias úteis antes da respectiva conferência estadual.

A tradicional Tribuna de Debates receberá textos dos militantes antes do Congresso. Para ser eleito delegado em uma conferência à etapa seguinte, é preciso estar filiado ao PCdoB por ao menos sete dias antes dessa conferência. Além disso, as contribuições financeiras do filiado ao Partido e seu cadastro no PCdoB Digital devem estar em dia.

O último Congresso do PCdoB, o 14º, ocorreu em 2017, quando foi lançada a pré-candidatura da então deputada estadual Manuela (PCdoB-RS) à Presidência da República. Agora, em 2021, um dos temas em debate será a tática eleitoral do Partido para as eleições 2022.

Diante dos últimos retrocessos na legislação eleitoral, o PCdoB luta hoje pela introdução das federações partidárias, por meio do Projeto de Lei (PL) Nº 2522/2015, que tramita na Câmara Federal em regime de urgência. Em 2022, além de não haver mais coligações para a eleição a deputado federal ou estadual, os partidos precisam cumprir a cláusula de barreira: ou as legendas elegem ao menos 11 deputados federais, ou atingem o piso de 2% dos votos válidos na eleição para a Câmara, sendo 1% dos votos válidos em, no mínimo, nove estados.

Mostra Equiô de cinema retrata São João no Maranhão


Cadê meu boi? Para alegria dos brincantes, cinéfilos e cinéfilas, o bumba meu boi e a festa de São João serão retratados na primeira edição da Mostra Equiô de Cinema, online, que exibe oito filmes, três curtas, quatro média-metragens e um longa. E o melhor de tudo, de graça, entre os dias 24 e 30 de junho.

Para assistir aos filmes basta acessar o YouTube do Governo do Maranhão (youtube.com/GovernoMA), que está organizando a exibição através da Secretaria de Estado da Comunicação Social, em parceria com diretores e realizadores de cinema.

Guriatã (2018), filme sobre o maior cantador de bumba meu boi do Maranhão, é um dos destaques. Dirigido por Renata Amaral, o longa conta a história do mestre Humberto de Maracanã, que por mais de 40 anos esteve à frente do Batalhão de Ouro do Bumba Boi de Maracanã, um dos principais grupos do gênero no estado.

A cidade de Matinha, na Baixada Maranhense, também tem um lugar especial na mostra. O documentário Sotaque – Encontro da Baixada (2017), dirigido por Marise Farias, retrata o Encontro de Bumba Meu Boi, de sotaque da Baixada, realizado anualmente no município desde 1977. Em uma única noite, inúmeros grupos de toda a baixada se reúnem para formar um espetáculo único de cores e som, de raiz.

Ainda sobre o interior do estado, no curta Fragmentos do Bumba Meu Boi de Buriti Bravo em 1974 (2021), o cineasta Murilo Santos conta a história das imagens que registrou na cidade há mais de 40 anos.

Outra dica é Caboclo de Pena (2019), que encanta com o bailado dos 29 Caboclos de Pena de 11 bois de matraca da Ilha de São Luís e do município de Icatu. No filme, os protagonistas destacam a liberdade de criação para seus passos, sem coreografia pré-determinada, cada um com sua ginga e estilo próprio.

A mostra foi idealizada pelo jornalista Saulo Marino em alusão ao São João e tem curadoria da pesquisadora de cinema e servidora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Nadia Biondo. Não esqueça, os filmes estarão disponíveis apenas entre os dias 24 e 30 de junho. Não deixe de conferir a programação completa e programe-se para não perder nada!

Mostra Equiô de Cinema
Quando: de 24 a 30 de junho de 2021
Onde: youtube.com/GovernoMA

Programação:
Sotaque – Encontro da Baixada (2017), de Marise Farias
Guriatã (2018), de Renata Amaral
Caboclo de Pena (2019), de Paula Porta, Calu Zabel e Gabriel Gutierrez
Tambor de crioula (1976), de Murilo Santos
O auto do Bumba boi da Fé em Deus (1998), de Murilo Santos
Fragmentos do Bumba Meu Boi de Buriti Bravo em 1974 (2021), de Murilo Santos
Brincando na Floresta (2015), de Giselle Bossard
É de Zabumba (2015), Luciana de Carvalho

domingo, 20 de junho de 2021

Presidente Nacional do PCdoB Luciana Santos: "500 mil vidas perdidas! Fora Bolsonaro!"

Luciana Santos

A presidenta nacional do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, emitiu nota, neste sábado (19), sobre a trágica marca de 500 mil mortes de brasileiros e brasileiras por Covid-19 e sobre a omissão de Bolsonaro e seu governo com relação ao enfrentamento à pandemia e à crise social.

“O governo do presidente Jair Bolsonaro é o principal responsável por essa tragédia. Com a negação de medidas econômicas para socorrer os setores da população que ficaram sem renda pela combinação das crises econômica e sanitária, deixando a quebradeira atingir as empresas mais fragilizadas e contribuindo significativamente para o aumento do desemprego, o governo Bolsonaro torna-se a principal causa da propagação da pandemia”, destacou.

Leia a íntegra da nota:


500 mil vidas perdidas! Fora Bolsonaro!

Ao atingir a cifra de 500 mil mortes, o Brasil chega a uma situação de tragédia social de grande proporção. Além dos sentimentos às famílias enlutadas e do lamento pelas vidas perdidas e sonhos soterrados, é preciso buscar meios para que o povo brasileiro saia dessa grave crise. É inaceitável a continuidade dessa calamidade, que poderia ser evitada com medidas absolutamente possíveis, previstas sobretudo na Constituição.

O governo do presidente Jair Bolsonaro é o principal responsável por essa tragédia. Com a negação de medidas econômicas para socorrer os setores da população que ficaram sem renda pela combinação das crises econômica e sanitária, deixando a quebradeira atingir as empresas mais fragilizadas e contribuindo significativamente para o aumento do desemprego, o governo Bolsonaro torna-se a principal causa da propagação da pandemia.

Em outra via, o presidente Bolsonaro lidera uma cruzada contra a ciência, orientando seu governo a recusar contratos de vacina e pregando curandeirismo com programas do Ministério da Saúde indicando medicamentos sem comprovação científica, como já comprovou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19. As investigações sobre as ações do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, do seu antecessor, Eduardo Pazuello, e do ex-chanceler Ernesto Araújo, dão a medida dos indícios de ilícitos do bolsonarismo.

Bolsonaro é o maior responsável por essa combinação de crises. Os trabalhos da CPI devem avançar na direção de responsabilizá-lo por essa grave situação. Além das evidências e provas que já surgiram, há a continuidade por parte do presidente e de seus seguidores de incentivos a violações das normas recomendas pela ciência e sabotagens a medidas adotadas por governadores e prefeitos para vacinação e distanciamento social.

A soma das irresponsabilidades do bolsonarismo resulta também em uma crise política, Cada vez mais isolado, o presidente se lança no radicalismo de extrema direita e intensifica as ameaças às instituições democráticas. Com isso, leva o país a impasses e tenta criar as condições para se arvorar em salvador da pátria por meio de atitudes autoritárias.

As manifestações deste dia 19 de junho mostram o vigor da oposição, com bandeiras que confrontam o negacionismo bolsonarista na economia e na saúde, exigindo vacinação, emprego e renda. As forças democráticas têm o grande desafio de conter o bolsonarismo e pavimentar o caminho para que o país tome o rumo do desenvolvimento nacional com progresso social.

Recife, 19 de junho de 2021

Luciana Santos

Presidente do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco